Notícias

Procon Tocantins mantém cuidados na pandemia e reforça canais alternativos de atendimento ao consumidor

14/08/2020 - Thaise Marques/Governo do Tocantins

Garantir que consumidor continue sendo atendido durante a pandemia da Covid-19, tem sido uma das prioridades do Procon Tocantins. O órgão desenvolveu ferramentas de otimização para que os consumidores sejam informados e atendidos sem precisar sair de casa.

De março até esta sexta-feira, 14, o Procon Tocantins já realizou 8.320 atendimentos. O consumidor tem a opção de fazer a reclamação no site do órgão. O Procon também disponibilizou o atendimento por e-mail, além de esclarecimento de dúvidas ou orientações por meio de contato telefônico.

“Para aqueles consumidores que realmente precisem do atendimento presencial, ele deve agendar e comparecer ao órgão no dia e horário marcados”, explica Walter Viana, superintendente do Procon Tocantins.

 Para o atendimento presencial ao público é necessário realizar o agendamento, por meio Sistema de Gestão de Atendimento (SGA). O SGA foi desenvolvido pela Superintendência de Sistemas da Informação da Agência de Tecnologia da Informação (ATI). Esta é mais uma forma segura e eficaz para evitar aglomeração de pessoas e a transmissão do novo coronavírus.

Araguaína e Araguatins

Para zelar pela saúde e vida dos servidores, fornecedores e público externo e evitar a disseminação da Covid-19, os Núcleos de Regionais de Araguaína e Araguatins estão com os atendimentos presenciais suspensos. O atendimento presencial por agendamento retorna no próximo dia 24 de agosto.

A medida foi adotada após alguns servidores testarem positivo para a doença. O Procon também realizou todo processo de sanitização dos núcleos, assim como tem reforçado todos os protocolos de saúde no combate ao Novo Coronavírus.

“É válido lembrar que os núcleos nestes municípios estão fechados, porém o consumidor tem como fazer denúncias ou formalizar sua reclamação no nosso site e pelo whatsapp, destaca Viana.

Denúncias

O setor de fiscalização de cada núcleo de atendimento vai funcionar das 8h às 18h para atender denúncias realizadas por meio do Disque 151 ou Whats Denúncias (63) 99216-6840, além das ações de fiscalização e monitoramento.

Pesquisas de preço dos produtos em supermercados, atacadistas e mercearias, postos de combustíveis, revendedores de gás e farmácias também continuam sendo realizados. Para ter acesso aos valores cobrados nos vários estabelecimentos pesquisados, o consumidor deve acessar o site da instituição (procon.to.gov.br).