Notícias

Durante a pandemia, Procon realiza mais de 5 mil atendimentos eletrônicos

15/07/2020 - Tamires Rodrigues/ Governo do Tocantins

Nos últimos meses devido a restrições de distanciamento gerou uma transformação na forma do consumidor realizar suas compras, pagamentos e também reclamações.  Para garantir que os direitos do consumidor fossem cumpridos, o Procon Tocantins disponibilizou o opções de atendimento eletrônico. 

No período da pandemia com o atendimento presencial suspenso, o órgão realizou 5.658 atendimentos eletrônicos nos 11 núcleos do Procon Tocantins, de 14 de março a 14 de julho deste ano.

Para o tocantinense esta disponível o https://www.reclamacoes.procon.to.gov.br/, uma ferramenta atendimento para facilitar que o consumidor faça sua reclamação, a Plataforma Online de Registro de

Reclamações foi desenvolvida graças a parceria da Agência de Tecnologia da Informação do Tocantins (ATI) e Procon Tocantins. Também foram disponibilizados os e-mails dos núcleos como mais uma opção de formalizar as reclamações. 

O consumidor que também pode tirar dúvida por meio do contato telefônico é orientado a realizar sua reclamação no site. “São ferramentas úteis que permite o consumidor usar sem precisar sair de casa. Garantindo assim a preservação da sua saúde e o avanço de contaminação do novo coronavírus”, explica Walter Viana, superintendente do Procon Tocantins.

Na plataforma já foram cadastradas mais de mil reclamações em três meses de atendimento, e 90% das reclamações foram analisadas, após a análise o Procon realiza o contato com a empresa para a resolução, em alguns casos é necessário aguardar o retorno e a possibilidade de uma futura audiência.

A gerência de fiscalização que durante toda a pandemia está funcionando das 8h às 18h, atende o consumidor também por meio do Disque 151 ou pelo Whats Denúncia 99216-6840.

Saiba como usar

O consumidor deve entrar no site https://www.reclamacoes.procon.to.gov.br/ e preencher as informações solicitadas como dados pessoais, endereço,e-mail e telefone. E em seguida anexar os documentos escaneados. Caso o consumidor seja representado, deve anexar a procuração também. O modelo da procuração está disponível para downloads.

O próximo passo é informar os dados do fornecedor, ou seja, qual a empresa que quer reclamar. Na opção “reclamação”, o consumidor deve relatar todo o ocorrido e também anexar os documentos que comprovem sua reclamação, como nota fiscal, recibos, panfletos entre outros.