Notícias

Procon Tocantins e município de Porto Nacional firmam parceria para implementar o desenvolvimento e consumo sustentável

22/11/2019 - Luciene Lopes/Governo do Tocantins

Com o intuito de fortalecer os meios de implementação e revitalização através de um consumo sustentável, o Procon Tocantins por meio do Núcleo  Regional de Porto Nacional firmou nesta quinta-feira, 21, um termo de compromisso com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Porto Nacional. A mobilização e o compartilhamento de conhecimento e experiências também são objetivos do projeto.

A proposta elaborada pelo Núcleo Regional de Porto Nacional destaca a necessidade urgente de economizar água e energia e sugere que, através da arborização, o impacto ambiental provocado pela ação humana e industrial seja, consideravelmente, reduzido.  Idealizaram o projeto a gerente do núcleo, Laraínne  Juliati Alençar e a responsável pela educação para o consumo do núcleo, Rita de Cássia.

Segundo a gerente do núcleo, Laraínne  Juliati Alençar, a proposta inicial consiste em distribuir mudas nas escolas e associações de bairros, além de levar informações por meio de palestras sobre sustentabilidade, consumo consciente e sustentável. “Nossa expectativa é promover um clima mais saudável para a cidade por meio da revitalização do meio ambiente com o plantio das arvores, mas principalmente, plantar na mente das pessoas a importância e a urgência de mudar as nossas atitudes frente a essa demanda”, destacou.

Oficina

Durante a assinatura do termo, o Secretário Executivo do Meio Ambiente, Eduardo Benvindo  convidou o Procon regional  para participar  da oficina "Compartilhamento de  visões e desejos que você  tem para a sua cidade", que acontece na próxima  quarta-feira, 27, às 14h. Durante a programação, o órgão de defesa do consumidor  terá a oportunidade de orientar e informar a população portuense sobre a importância do consumo sustentável.

Para o superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana, a  pauta em defesa do meio ambiente é recorrente, está conectada com todos os setores e deve ser  prioridade nas políticas públicas de cada setor. “Em defesa dos direitos do consumidor devemos, constantemente, buscar e ou promover medidas que auxiliem na redução dos impactos ao bem-estar de todos. Ao adotarmos medidas em favor da sustentabilidade estamos conscientizando o consumidor e o fornecedor que também opte por atitudes e produtos que garantam a sustentabilidade”, concluiu.