Notícias

Procon/TO  encontra variação de até 196% nos produtos da ceia de natal

19/12/2018 - Luciene Lopes/Governo do Tocantins

Em tempo de festas, a Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon/TO) realizou, entre 17 e 18 de dezembro pesquisa comparativa de preços em oito supermercados de Palmas, envolvendo produtos da Ceia de Natal. Durante a análise, foram pesquisados 80 produtos entre carnes, azeites, bombons, farofas prontas, frutas, bebidas e panetones. O preço da azeitona preta chega a variar 196%.

O objetivo da pesquisa, realizada anualmente pelo Procon- TO, segundo o Gerência de Fiscalização, é verificar a variação de preços entre estabelecimentos,  no período, e facilitar a vida  do consumidor que poderá sair de casa orientado sobre onde encontrar produtos mais acessíveis.

Variações

De acordo com o gerente de Fiscalização, Magno Silva, o maior percentual de variação de preços foi encontrado na azeitona preta inteira 200 gramas, que chega a variar 196% e é vendida entre R$ 4,59 e R$ 13,59.  Em segundo lugar, ficou o quilo da nectarina, com variação de 176%, vendida entre R$ 4,99 e R$ 13,79. Nesse ranking, o terceiro produto, foi o quilo do kiwi, com variação de 152%, e preços entre R$ 9,90 e R$ 24,99. Já entre as massas, ou seja, os panetones, a maior variação foi encontrada no Panetone Gotas de Chocolate de 400 gramas, da marca Nestlé, que apontou variação de 75% e está sendo comercializado entre R$ 11,89 e R$ 20,79.

O Procon esclarece aos consumidores que as variações de preços constatadas referem-se aos dias em que a coleta foi realizada (17 e 18/12/2018), e que os preços praticados, atualmente, podem apresentar diferenciações considerando que é uma época de prováveis descontos especiais, ofertas e promoções. Além disso, lojas da mesma rede podem praticar preços diferentes.  

Com exceção dos panetones, a pesquisa não considera marca dos produtos, apenas o menor preço encontrado nas prateleiras de cada estabelecimento comercial.

A pesquisa completa realizada nos supermercados de Palmas pode ser consultada no site do Procon. Link da pesquisa:  https://central3.to.gov.br/arquivo/425857/

A pesquisa de acordo com o superintendente do Procon/TO, Walter Viana,  é importante porque ajuda o consumidor a estipular, previamente, de acordo com o orçamento doméstico familiar, quanto poderá gastar nas compras desses produtos.

“É uma medida que ajuda o consumidor a não entrar o ano novo com preocupação devido a gastos excessivos, este é também o nosso compromisso com o cidadão, zelar pela saúde orçamentária da família”, concluiu.

Dicas para o consumidor

- É recomendável que o consumidor faça uma lista dos itens necessários e procure quais estabelecimentos apresentam, além de um bom preço, facilidades na hora da compra, como, por exemplo, proximidade, estacionamento, descontos, promoções e opções de formas de pagamento, entre outros.

- Ao escolher quais alimentos irão para o carrinho de compras, é importante observar as informações que constam da embalagem – data de validade; lote; identificação do produtor/fornecedor; peso; medida; ingredientes; características nutricionais; SIF (Serviço de Inspeção Federal) se o alimento for de origem animal e se contém ou não glúten, no caso de alimentos industrializados.

- As promoções divulgadas pelos estabelecimentos comerciais devem ser cumpridas, por isso é aconselhável guardar os folhetos e anúncios publicitários que comprovem as ofertas.

- Ao passar os produtos pelo caixa, se houver diferença entre o preço registrado e o que estava informado na gôndola, prevalece o menor.

O Procon/TO alerta que o consumidor deve efetuar uma cuidadosa pesquisa de preço, avaliando sempre a relação preço x qualidade, ficar atento às informações contidas nos rótulos, como peso, data de fabricação, prazo de validade e condições de conservação.