leasing

O leasing é uma forma de arrendamento mercantil, ou seja, de aluguel com opção de compra. É utilizado principalmente na aquisição de veículos novos. As principais vantagens em relação às outras opções de financiamento praticadas pelo mercado são as taxas de juros menores e a isenção do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

O que as empresas chamam de "entrada" é, na realidade, uma parte do valor correspondente à opção de compra do bem, conhecido como "Valor Residual Garantido" (VRG). Nas parcelas, além do aluguel, é embutida uma parte desse resíduo. Para caracterizar um contrato de arrendamento mercantil, a operadora precisa oferecer todas as opções de pagamento (ou não) do VRG ao cliente - no início, no final ou diluído com as parcelas do aluguel.

Não existem parâmetros definidos para a determinação do VRG que, dependendo da instituição financeira, pode atingir até 90% do valor do bem. Assim, antes de aderir aos sistemas de leasing disponíveis atualmente no mercado, o consumidor deve comparar o total a ser pago (VRG + aluguéis mensais) com outras formas de financiamento. Outra dica é verificar se o VRG está totalmente diluído na entrada e nas prestações ou se ao final dos pagamentos está previsto algum resíduo. Durante a vigência do contrato de leasing, o bem pertence à operadora.

Em caso de inadimplência, as empresas podem cobrar multa de 2% por atraso de pagamento, juros de mora de 1% ao mês, além de comissão de permanência , de acordo com as taxas de mercado.

Se o consumidor inadimplente não pagar as parcelas em atraso, a operadora pode entrar na justiça com ação de reintegração de posse.