Notícias

PROCON-TO DE MÃOS DADAS COM A EDUCAÇÃO

28/04/2017 - Rita de Cássia P. C. da Silva

Você sabia que no dia 28 de abril é comemorado o Dia Internacional da Educação? O PROCON-TO não poderia deixar de enfatizar essa data tão significativa. A data originou-se a partir do Fórum Mundial de Educação, realizado em abril de 2000, na cidade de Dakar, no Senegal, onde foram reunidos representantes de 180 países que assinaram um documento, no qual se comprometiam a não poupar esforços para que a educação chegasse a todas as pessoas do planeta até 2015.

A Educação avançou, mesmo diante das dificuldades, que ao longo de sua trajetória surgiram. Ela tem provado o quanto é essencial na vida do ser humano e com ela, o PROCON-TO também avançou, em reconhecer a necessidade de divulgar o conhecimento a respeito do Código de Defesa do Consumidor – Lei 8.078/90.

Entre tantos desafios que a Educação enfrenta, podemos destacar o analfabetismo funcional, que se caracteriza pela falta da habilidade que um indivíduo tem em compreender o que lê. Uma pesquisa revelou que o Brasil tem 13 milhões de analfabetos, 27% são considerados analfabetos funcionais. (Fonte: Profissão Repórter; Edição do dia 21/07/2015). O que coloca este grupo numa condição mais vulnerável ainda diante de tantas publicidades que a todo o momento são bombardeados pela mídia.

O Departamento da Educação para o Consumo tem prestado um trabalho de especial relevância para a nossa sociedade, pois através de suas ações tem atuado como um agente multiplicador do conhecimento do Código. O desafio de acabar com o analfabetismo funcional, não é só da nossa Educação, mas também de toda a equipe do PROCON, TO que de mãos dadas com a Educação, continuará promovendo ações que levem o conhecimento, à informação, à orientação e porque não dizer, a interpretação correta da Lei 8º78/90 a todos os consumidores tocantinenses. Pois, COM EDUCAÇÃO SE CONSTRÓI O RESPEITO E COM O RESPEITO CONQUISTAMOS NOSSOS DIREITOS.

PARABÉNS EDUCAÇÃO!

Rita de Cássia P. C. da Silva

Técnica em Defesa do Consumidor

PROCON, Porto Nacional.

Compartilhe esta notícia