Notícias

Procon-TO tem um dos maiores índices de resolução de conflitos de consumo do País

15/03/2017 - Wanja Nóbrega

A Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon-TO) tem muito o que comemorar neste 15 de março, Dia Internacional do Consumidor. Com um índice de resolução de conflitos em torno dos 75%, o Procon-TO se destaca pelo alto índice de conciliações realizadas com sucesso. De acordo com o superintendente do órgão, Nelito Cavalcante, esse índice, um dos mais altos do País, é possível graças à credibilidade e ao respeito que o Procon-TO tem, tanto junto aos fornecedores quanto aos consumidores.

Cavalcante explica que a maioria das empresas instaladas no Tocantins atendem prontamente ao chamamento do Procon-TO quando são acionadas para resolver conflitos com consumidores. “Isso acontece porque temos um quadro técnico muito capacitado e que fundamenta bem todos os processos, por isso quando as empresas são chamadas já sabem que feriram algum direito do consumidor e vêm dispostas a resolver o problema já na conciliação”, justificou o superintendente.

Somente no ano de 2016, a Gerência de Atendimento do Procon-TO registrou 43.492 demandas de consumidores em todo o território tocantinense. Lembrando que demanda é todo e qualquer atendimento realizado pelo órgão, mesmo aqueles que não se constituem em reclamação formal contra fornecedor de produto ou serviço.   As operadoras de telefonia e as instituições financeiras continuam ocupando as primeiras posições no ranking de insatisfação dos consumidores locais. Ao lado das concessionárias de água e energia elétrica, essas empresas somam a maioria das demandas registradas durante o ano passado.

Do total de atendimentos feito pelo Procon-TO entre janeiro e dezembro de 2016, somente a Brasil Telecom, responsável pela OI no Tocantins, teve uma demanda de 4.761 consumidores queixosos, ou 10,95% do total. A Claro vem em seguida, com 3.234 (7,44%). A Energisa fica com a terceira posição, somando 2.289 (5,26%) e a Companhia de Saneamento do Tocantins com 1.300 (2,99%). Quando as demandas são ordenadas por seguimento, as instituições financeiras passam para o primeiro lugar, com 7.704 queixas ou 17,8% do total das demandas do ano anterior.  

Cavalcante informa que as palestras realizadas pela Gerência de Educação para o Consumo do órgão têm contribuído para a formação de um consumidor consciente de seus direitos. “As empresas, por sua vez, têm nos procurado cada vez mais para tirarem dúvidas no sentido de entenderem melhor a legislação que protege as relações de consumo e, assim, evitarem abusos”, informou o superintendente.

Confirma as ações programadas para esta quarta-feira, 15, no núcleos do Procon-TO em todo o Estado.

 

QUARTA-FEIRA, 15

 

NÚCLEO

 

AÇÃO

LOCAL

Palmas

Orientação e Atendimento de consumidores no Palmas Shopping (Unidade do Detran)

Palmas Shopping

Palestra “Direitos e Deveres do Fornecedor”

Lojas Havan

Araguaína

Atendimento de consumidores das empresas Odebrecht, Energisa e Caixa Econômica, com representante das respectivas empresas

Sede do Procon Araguaína

Araguatins

Inserção em Programa de Rádio “Procon Orienta”, informando sobre os principais direitos garantidos pelo CDC e realização de enquetes sobre os temas abordados com sorteio de brindes

Rádio Sucesso FM

Dianópolis

Palestra para jovens e adolescentes

CEM Antônio Póvoa

Palestra “Eu Sou consumidor MIRIM”

Escola Municipal Sossego da Mamãe

Panfletaço em alusão ao Dia do Consumidor

Avenida S-15

Tocantinópolis

Panfletaço em alusão ao Dia do Consumidor

Av. Nossa Sra. De Fátima

 

 

 

 

Compartilhe esta notícia