Notícias

Procon-TO lança campanha para incentivar consumidor a abastecer veículos nos postos com menor preço

01/12/2016 - Wanja Nóbrega

O Procon-TO lança, nesta sexta-feira, 02, a campanha “Pesquisou, baixou!”, que pretende incentivar o consumidor a programar o abastecimento de seus veículos nos postos de combustíveis que praticam o menor preço. A campanha tem seu pontapé inicial com um adesivaço, a partir das 8h30, no estacionamento do Banco do Brasil, na avenida JK, em Palmas, e deverá se estender a todo o Estado. Será distribuído material impresso informando a população sobre a campanha.

Para ajudar o consumidor, toda semana o Procon-TO pesquisa os preços dos combustíveis nas bombas de todos os postos de Palmas e uma vez por mês a mesma pesquisa é realizada no demais municípios do Estado. A pesquisa é publicada no site do órgão (procon.to.gov.br) e pode ser consultada por qualquer pessoa que tenha acesso à internet.  

O superintendente do Procon-TO, Nelito Cavalcante, informou que a pesquisa feita pela equipe de fiscalização do órgão já apresentou resultados positivos, com sucessivas quedas nos preços dos combustíveis em vários postos, tanto da capital quanto do interior. “Mas é o consumidor quem vai forçar os preços a continuarem caindo, a partir de sua preferência pelo estabelecimento que pratica os menores preços”, orienta.

Cavalcante explica que o Procon-TO não tem competência para regular o preço dos combustíveis. “O que fazemos é fiscalizar para evitar que haja lucros abusivos ou aumentos não justificados do produto”, disse, reforçando que a parceria com o consumidor é fundamental para que esse trabalho seja eficiente.  “O consumidor precisa se conscientizar que tem em suas mãos o mais poderoso instrumento de regulação de preços que existe em um mercado pautado pela livre iniciativa: a demanda”, reforçou.

O objetivo da campanha “Pesquisou, baixou!” é promover a movimentação consciente e coletiva dos consumidores para alterar positivamente o mercado, dando ao segmento de combustíveis a tão esperada concorrência que reflita em melhoria de atendimento e de preços. Adesivaços semelhantes estão programados para outros municípios do Estado.

Compartilhe esta notícia